Como tratar os diferentes tipos de varizes

Anda sofrendo com dor, inchaço, sensação de peso e cansaço nas pernas e não sabe mais o que fazer? Então, esses são sintomas típicos de varizes, confira abaixo como tratar os diferentes tipos desse problema.

Que as varizes são veias dilatadas e tortuosas que não conseguem mais exercer sua função circulatória, isso todo mundo já sabe, o que muita gente ignora é que existem diferentes tipos de varizes.

Geralmente, elas surgem por diferentes causas, desde idade, sexo, hábitos ruins e, principalmente, por motivos genéticos.

Como foi dito, existem diferentes tipos de varizes, que podem ser classificadas de acordo com seu calibre (diâmetro), possuindo um tratamento adequado para cada um deles.

Confira abaixo os três tipos existentes de varizes.

Varizes telangiectasias

Menores que as outras, parecem teia de aranha, por isso, são conhecidas também como vasinhos ou aranhas vasculares.

Essas varizes são vasos dilatados presentes entre as camadas da pele, com um aspecto avermelhado ou arroxeado.

Não representam um grande problema, sendo mais uma questão estética.

Porém, mesmo não sendo consideradas um grande problema, também devem ser tratadas, pois elas sinalizam que estão sendo afetados a circulação nas pernas e o retorno do sangue para o coração, acabando por causar as famosas sensações de cansaço e peso nas pernas.

Varizes reticulares

Também chamadas de microvarizes, elas são veias varicosas maiores do que as varizes telangiectasias, mas com diâmetro menor que 4 mm e geralmente apresentam coloração esverdeada ou azulada.

Visíveis, embora sem apresentar textura, este tipo de varizes, assim como as telangiectasias, não representam um grande risco para a saúde, embora possa gerar complicações, por isso, também devem ser tratadas.

Varizes tronculares

Elas são maiores e mais grossas que as outras, sendo responsáveis pela dilatação dos grandes troncos venosos, por isso, são mais calibrosas, saltadas e visíveis na pele.

Vale saber que, geralmente, essas varizes afetam a veia safena, trazendo sintomas como sensação de cansaço na perna e edemas no fim do dia.

E é preciso saber que essas varizes, também, são as mais perigosas, podendo causar complicações como flebite superficial, que é a inflamação das varizes, e trombose venosa profunda, com a formação de coágulos (trombos) nas veias profundas da perna, dificultando ou bloqueando a passagem de sangue.

Tratamento das varizes

É fundamental, ao perceber o problema, mesmo que sejam varizes telangiectasias ou reticulares, procurar um profissional, um cirurgião vascular, que irá indicar o tratamento adequado para o seu caso.

Após uma avaliação, o médico definir o melhor procedimento para o seu caso.

Assim, por exemplo, no caso de varizes telangiectasias, ele poderá indicar  a escleroterapia. Ou ainda o tratamento à laser, espuma ou cirurgia no caso de varizes reticulares e tronculares.

Mas, existem outros tipos de tratamentos para as varizes, que podem envolver a radiofrequência e a combinação de técnicas, como o ClaCs, que reúne no mesmo tratamento o laser não-invasivo e injeções de glicose.

Uma ótima dica para quem sofre dor nas pernas por causa das varizes é fazer o uso de algum creme próprio, e o varigold funciona perfeitamente para aliviar essas dores causas pelas varizes.

Como prevenir as varizes

Então, alguns cuidados básicos podem, SIM, ajudar a prevenir o problema, desde investindo em uma alimentação saudável, equilibrada, controlando o peso, investindo em exercícios físicos, evitando bebidas alcoólicas e o cigarro.

Acredite, ao investir nesses cuidados básicos, terá mais chances de evitar as varizes, um problema que, além de estético, interfere diretamente na qualidade de vida das pessoas.

Alopecia Feminina o Que é, e Como Tratar

A alopecia nada mais é que uma doença nos fios que provocam sua queda. Ela pode atingir o couro cabeludo, a barba, assim como outras regiões do corpo.

Sua causa pode ser por fatores genéticos, estresse ou problemas no sistema imunológico.

Um especialista da área (dermatologista), poderá lhe confirmar o diagnóstico, bem como o tratamento.

O que você precisa saber é que cada fio do seu corpo, possui um ciclo de vida. Eles nascem, crescem e caem para dar espaço ao fio novo que vai nascer. Portanto a queda dos fios, seja da barba ou do couro cabeludo é considerada normal dentro de uma certa quantidade fios diários.

Se você está notando uma queda acentuada dos fios em seu cabelo, bem mais do que você via, provavelmente isto indica algum problema, muitas mulheres acaba tendo falhas nos cabelos por causa da queda e acaba entrando até em depressão, mas a maioria delas não sabe que existe o make hair powder que é basicamente uma maquiagem para tampar as falhas nos cabelos. Mas caso não tem condições de comprar, siga as dicas abaixo:

Selecionamos algumas dicas que podem ajudar com isto.

  1. Dieta balanceada

Todo o funcionamento e saúde do seu corpo estão ligados à sua alimentação. Procure manter sua dieta rica em vitaminas A, B, C, E e proteínas. Estas vitaminas têm influência direta com o ciclo dos fios. Alimentação saudável e ingerir bastante água podem fazer uma grande diferença.

  1. Evite o estresse

É comprovado que o estresse, a ansiedade, insônia afetam na saúde do indivíduo. Com a barba não seria diferente. Devido ao estresse, alguns homens desenvolvem até o hábito de puxar a barba, muitas vezes forçando a queda do fio. É um péssimo hábito pois acaba, em alguns casos mais graves, deixando falhas na barba.

Evite o estresse. Procure ter momentos de lazer onde você pode relaxar fazendo o que gosta.

  1. Exercite-se

A atividade física é essencial para saúde de todo o corpo. Para manter sua barba saudável, também. Os exercícios aumentam o fluxo sanguíneo, fazendo com que o oxigênio e os nutrientes cheguem mais facilmente nas células das raízes dos fios da barba. Procure uma atividade física que você goste e poderá unir com seus momentos de lazer.

  1. Cuidados com o rosto

Muitos homens querem ter barba, mas alguns não querem cuidar. Ter uma barba bonita e saudável, requer cuidados. O seu rosto precisa de mais atenção do que um rosto sem barba, afinal de contas é o terreno onde sua barba vai crescer. Existem no mercado produtos específicos para tratamento da barba, como:  xampu, hidratantes, óleos, condicionadores e outros.

Usar um condicionador depois do xampu pode fazer uma boa diferença, como você pode ver no vídeo abaixo: